AHRESP exige definição do Governo sobre horários dos estabelecimentos ‘take away’

Os responsáveis desta associação relembram que “este tipo de serviço era promovido e permitido sem restrições horárias durante o Estado de Emergência pelo que, por maioria de razão, deverá ser permitido no atual Estado de Contingência e Alerta”.

A AHRESP – Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal ptetende que o Governo esclareça a última legislação publicada sobre os horários dos estabelecimentos de ‘take away’, entregas ao domicílio e ‘drive in’.

Segundo os responsáveis desta associação, “continua a chegar ao conhecimento da AHRESP o encerramento de vários estabelecimentos de ‘take away’/entregas ao domicílio/’drive in’ à uma da manhã”.

“Nesse sentido, temos insistido junto da tutela para que seja clarificada a questão da aplicação desse limite horário a estes estabelecimentos”, assinala um comunicado da AHRESP.

Os responsáveis desta associação relembram que “este tipo de serviço era promovido e permitido sem restrições horárias durante o Estado de Emergência pelo que, por maioria de razão, deverá ser permitido no atual Estado de Contingência e Alerta”.