Plano Ferroviário será concretizado à medida das condições financeiras

Ministro das Infraestruturas referiu que o Plano Ferroviário Nacional permitirá ao país pensar, em termos de lei, a rede ferroviária que o país quer ter

Plano Ferroviário será concretizado à medida das condições financeiras

O ministro das Infraestruturas precisou hoje que o Plano Ferroviário Nacional (PFN) vai ser concretizado à medida das condições financeiras do país, adiantando que os investimentos serão superiores aos previstos no PNI 2030.

“O Plano Ferroviário Nacional permitirá nós pensarmos, em termos de lei, a rede ferroviária que o país quer ter. Outra coisa diferente são as fontes de financiamento para a sua concretização”, precisou, Pedro Nuno Santos, em resposta aos jornalistas, à margem da sessão de lançamento do PFN, em Lisboa.

De acordo com o governante, a rede ferroviária, bem como os serviços previstos no plano vão assim ser concretizados “à medida das condições financeiras” do país.

“Sabemos o que é mais importante e vamos priorizando, mas nós não temos, nem é suposto termos, à cabeça, toda a disponibilidade financeira para concretizarmos um plano ferroviário nacional. Seria obviamente impensável”, assegurou.

No entanto, referiu ser fundamental ter em lei a definição das prioridades, o que vai ficar concretizado através do plano hoje apresentado.

Contudo, o documento pode ser ajustado, ao longo do tempo, tendo em conta as “dinâmicas económicas e sociais”, ressalvou o ministro.

FONTEExpresso Economia
Artigo anteriorTurismo, eventos e cultura: Acesso ao apoio prolongado até 30 de junho
Próximo artigoJá tem os códigos dos Censos 2021? Pode responder a partir de hoje