5 dicas de Robert Kiyosaki para melhorar as suas finanças pessoais

O autor do livro Pai Rico, Pai Pobre dá recomendações e competências que deve desenvolver para mudar a sua economia. O mais importante: sair da "Roda do rato".

Para o empresário, investidor e escritor americano Robert Kiyosaki, todos podemos ser prósperos economicamente, se o quisermos ser.

No entanto, desde a infância, ninguém nos ensinou o que é o dinheiro ou como geri-lo correctamente, mas ainda há tempo para o fazer.

As dicas abaixo são um guia prático para começar a melhorar as suas finanças pessoais.

Sair da roda do rato
O modo de vida na sociedade actual baseia-se em estudar, trabalhar, ter uma família, continuar a trabalhar, receber um salário… e muitas vezes habituamo-nos a viver como escravos do dinheiro, à espera do próximo pagamento para cumprir com as nossas obrigações.

Isto é conhecido como a roda de ratos, que é uma armadilha em que gastamos todo o dinheiro que ganhamos, aumentando as nossas despesas à medida que os nossos rendimentos aumentam, deixando assim de lado a poupança. É um ciclo sem fim onde a dívida nos mantém presos e não nos permite a liberdade financeira que nos tem faltado.

Como podemos ou não sair da corrida de ratos? Todos os dias temos inevitáveis despesas e necessidades que devemos pagar, mas o mais importante é evitar aumentar o nível de vida cada vez que aumenta o seu rendimento, pois desta forma poderá poupar e investir esse dinheiro para criar a sua própria riqueza.

Investir em activos
A diferença entre activo e passivo, segundo Kiyosaki, é que o primeiro “põe dinheiro no meu bolso” e o segundo “tira-o”. Para o autor, as casas ou carros não são bens, porque não geram rendimentos, mas sim despesas, tais como impostos, taxas ou hipotecas; assim, a capacidade de reconhecer bens deve ser adquirida.

Para começar a gerar riqueza é importante adquirir activos enquanto se mantém baixo o montante do passivo, porque um dos objectivos que devemos alcançar é que o dinheiro funcione para nós e não ao contrário.

Isto não significa que não possamos comprar o que quisermos, mas devemos comprar ou gastar o dinheiro quando a nossa lista de activos gera mais rendimentos do que o necessário para cobrir despesas e o resto é reinvestido nos activos, ou seja, quando o dinheiro já está a trabalhar para nós.

Se quer ser rico, precisa de saber sobre finanças
A educação financeira é a base para construir riqueza, sem uma boa base, é muito difícil ter uma riqueza futura. É por isso que para Kiyosaki a maior riqueza é a educação financeira e, apesar disso, pouca ou nenhuma educação financeira é fornecida nas escolas.

A importância da sua aprendizagem é que se conhece as finanças, será capaz de gerir eficazmente o dinheiro, conhecendo os produtos financeiros; as taxas; como, quando e em que investir; e, sobretudo, será capaz de identificar oportunidades e saber como agir sobre elas, criando a sua própria sorte.

Dirija o seu próprio negócio
A sua profissão é diferente do seu negócio. Geralmente tornamo-nos a nossa profissão, se estudarmos direito, tornamo-nos advogados; ou se estudarmos medicina, tornamo-nos médicos.

Quando isto acontece, esquecemo-nos do nosso próprio negócio para cuidar do de outra pessoa; mas só cuidando do nosso negócio é que adquiriremos mais bens para aumentar cada vez mais a nossa riqueza.

O conselho de Kiyosaki neste momento é “manter o seu emprego, mas começar a adquirir activos reais, não passivos ou bens pessoais que não tenham valor real uma vez que estejam em casa”.

Que classe de bens é sugerida? Empresas que não requerem a sua presença para funcionar; acções de outras empresas; bens imóveis; royalties de propriedade intelectual, tais como música, vídeos, etc; e tudo o que produza rendimentos ou que seja apreciado.

Ultrapassar os obstáculos
Mesmo com a alfabetização financeira, ainda podem existir certos obstáculos que nos impedem de alcançar a liberdade financeira: medo de perder dinheiro, cinismo, preguiça, maus hábitos e ignorância. Deve aprender a ultrapassar estes 5 obstáculos para começar a construir a sua riqueza.